Educação corporativa: quais são os objetivos?

Os objetivos da educação corporativa estão intimamente relacionados ao desempenho das empresas. Isso porque, em mercados cada vez mais dinâmicos e competitivos nos quais a tecnologia dita grandes transformações, ter uma equipe preparada e atualizada para os desafios mercadológicos é fundamental.

Nesse cenário, a educação corporativa surge como “braço” do setor de Gestão de Pessoas, conferindo importantes estratégias para a capacitação, a motivação e a retenção dos melhores talentos.

Neste post, você vai saber mais sobre quais são os objetivos da educação corporativa. Acompanhe!

Afinal, o que é educação corporativa?

Essa é uma estratégia do setor de Gestão de Pessoas que tem como foco a promoção do desenvolvimento dos funcionários, o fomento do conhecimento e o crescimento da organização. Tendo como base um contexto amplo, a educação corporativa é mais do que o treinamento de pessoal ou o aprimoramento de habilidades específicas.

Trata-se de oferecer atividades que estimulam o desenvolvimento dos talentos de uma empresa, com objetivos ligados às estratégias do negócio. Como resultado, temos o incentivo de processos de inovação e a melhoria contínua da corporação.

Quais são os objetivos da educação corporativa?

A educação corporativa tem como um dos principais objetivos formar e capacitar os colaboradores, de maneira que eles possam oferecer as melhores entregas para a organização.

Quando as pessoas têm uma visão ampla acerca dos processos e da importância de seu trabalho para a empresa, elas passam a produzir mais e melhor e sentem-se seguras para opinar e contribuir para o desenvolvimento do negócio. A partir disso, uma poderosa força começa a atuar dentro da empresa, fortalecendo a cultura organizacional e levando mais diferenciais competitivos para a companhia.

As vantagens do investimento em educação corporativa são percebidas tanto pelos colaboradores — que recebem investimento em treinamento e em desenvolvimento de habilidades e competências — quanto pela própria organização — que passa a contar com profissionais mais fiéis e comprometidos com suas atividades.

Além da atualização e qualificação dos funcionários, do ganho competitivo no mercado e do engajamento, ainda temos outros objetivos da educação corporativa. Veja mais detalhes sobre cada um deles a seguir!

Funcionários mais motivados

Quando a empresa passa a investir nas pessoas e em suas carreiras, elas se sentem motivadas a oferecer as melhores entregas para a organização. Isso já é um grande incentivo para os funcionários se manterem atentos ao trabalho e motivados no seu dia a dia.

Ademais, de posse de mais conhecimento e de recursos acerca de suas atividades, o colaborador passa a se sentir mais confiante, tomando decisões importantes e até sugerindo melhorias que podem significar diferenciais para o negócio.

Diminuição do turnover

Quando a empresa investe em educação corporativa, os funcionários tendem a se sentir mais satisfeitos com o trabalho e com a empresa, e isso resulta na diminuição do turnover — que é a rotatividade de colaboradores.

A retenção de talentos significa mais lucratividade para a empresa, pois custos com contratação de novos colaboradores, rescisões e outros treinamentos para formar a mão de obra são eliminados.

Aumento de produtividade

Quando as pessoas dominam suas tarefas, elas são capazes de executá-las com excelência, sugerem melhorias contínuas e desenvolvem novos métodos que contribuem para o aumento da produtividade. Além disso, há ganhos com qualidade e eficiência em cada processo, aumentando o diferencial competitivo da organização.

Confiança e inovação

Com os objetivos da educação corporativa bem alinhados pela organização, o colaborador terá mais confiança, referências e conhecimento acerca de seu trabalho e da própria empresa.

Com isso, ele se sente mais incentivado para colocar todo seu aprendizado em ação dentro da companhia e passa a apontar melhorias que podem gerar inovação para o dia a dia na empresa.

Desenvolvimento de líderes

A figura do líder é cada vez mais importante dentro da organização, na medida em que ele não é apenas a referência do setor e das pessoas, mas também é responsável pelo desenvolvimento de habilidades e competências junto a seus liderados. Diante dessa importante figura, a empresa precisa investir cada vez mais no desenvolvimento de habilidades técnicas e comportamentais da liderança.

Com o domínio de suas funções e também dotado de habilidades emocionais, os líderes serão capazes de motivar outros colaboradores, manter os níveis de excelência e produtividade elevados e ainda reter os funcionários e aumentar o potencial competitivo do negócio.

Vantagem competitiva

Um dos maiores ganhos que a educação corporativa traz para as empresas é a vantagem competitiva no mercado. Isso porque, independentemente do segmento, se sua empresa tem pessoas mais motivadas, produtivas e competentes, ela será capaz de elevar a produtividade — o que vai diferenciá-la das demais organizações do seu nicho de atuação.

Nesse cenário, a corporação passa a entregar produtos e serviços com alto valor agregado para o cliente e com qualidade, de maneira satisfatória e rápida. Tudo isso, com certeza, favorece a visibilidade do negócio e aumenta a credibilidade da empresa. Como consequência, temos o aumento das vendas e o ganho de destaque no mercado.

Sustentabilidade do negócio

Todos os esforços da educação corporativa são percebidos de forma contínua, e isso torna possível uma vantagem competitiva e um desenvolvimento sustentável da empresa.

Dessa forma, os públicos de relacionamento estarão sempre lembrando da sua empresa como uma organização de referência e aprendendo com ela. Esse movimento é algo extremamente valioso.

Treinamento e desenvolvimento de competências

É claro que os objetivos da educação corporativa estão embasados no desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais. No entanto, como pudemos ver até aqui, os benefícios vão muito além disso, conferindo importantes diferenciais competitivos para a organização com a formação dos melhores profissionais.

Employer branding

Ao manter as estratégias de educação corporativa, além de a organização usufruir dos benefícios estratégicos que envolvem crescimento e lucro, ela passa a ser reconhecida pelos seus colaboradores como uma corporação que se importa com sua capacitação.

Os públicos de relacionamento também percebem essa preocupação com a questão de formação dos colaboradores da empresa, e isso contribui como diferencial perante a concorrência. Isso acontece porque, infelizmente, poucas empresas investem na educação corporativa, que é tão importante.

Como vimos ao longo deste conteúdo, investir em educação corporativa é um diferencial relevante, que garante funcionários mais satisfeitos e engajados com os objetivos do negócio.

Os ganhos são tanto operacionais quanto de clima organizacional, pois as pessoas passam a se sentir mais confiantes em suas funções. Isso gera uma rede de comprometimento que vem para somar com o desenvolvimento do negócio.

Assim, os objetivos da educação corporativa são formar, treinar, atualizar e integrar pessoas e processos a fim de contribuir para o desenvolvimento contínuo da organização.