Mindfulness: o que é e como usar na vida profissional

Já ouviu alguém dizer que você vive no “mundo da Lua”? Ou estava lendo um livro e teve que voltar uma página inteira porque já não se lembrava do que estava escrito? Em uma reunião de negócios, não consegue participar tão ativamente porque, vira e mexe, está com a cabeça em outro lugar? Se sua resposta foi positiva a essas perguntas, saiba que não está sozinho e o mindfulness pode te ajudar! 

Esse conjunto de técnicas de meditação foi criado justamente para que você consiga entrar de cabeça em todas as suas tarefas. Neste artigo vamos explicar esse conceito trazido da filosofia e como você pode aplicá-lo em sua vida profissional.

MINDFULNESS: O QUE É

A definição de mindfulness é: um estado mental de controle sobre a capacidade de se concentrar nas experiências, atividades e sensações do presente. Mas para entender melhor, podemos dizer que é um conjunto de técnicas que te ajudam a focar no presente e deixar suas distrações de lado. 

As traduções do termo ajudam um pouco mais a entender o conceito: “Atenção Plena” ou “Consciência Plena”. Ou seja, aplicar o mindfulness é trazer toda sua atenção, sua consciência, para uma única tarefa. Assim permitindo que você viva o máximo possível daquele momento.

Um dos maiores motivos de estarmos tão estressados o tempo todo, é por termos muita coisa na cabeça de uma só vez, ou seja, enquanto deveríamos estar resolvendo um problema, já estamos pensando em outros dez afazeres da nossa lista. Por isso “viver o presente” é tão importante, afinal te permite lidar com uma situação de cada vez, sem desespero e com muito mais confiança e estratégia.

Esse estilo de vida está ganhando cada vez mais espaço, em especial, no mundo corporativo por ser um grande aliado no combate ao estresse, além de ajudar a melhorar as capacidades mentais e, consequentemente, a produtividade no trabalho. A prática é utilizada inclusive em grandes companhias como Google, Apple e Twitter, por exemplo.

Um dos pioneiros no estudo do mindfulness no mundo ocidental foi o médico e escritor Jon Kabat-Zinn. Ele fundou a Clínica de Redução de Estresse na Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts, onde adaptou ensinamentos budistas para desenvolver uma metodologia de intervenção terapêutica: o Mindfulness-Based Stress Reduction (MBSR). É importante lembrar que o mindfulness, apesar de sua origem na meditação, não tem conexões religiosas com o budismo. Para saber mais a teoria por trás desse conceito, leia o livro do próprio Kabat-Zinn: Aonde quer que eu vá.

OS BENEFÍCIOS DO MINDFULNESS PARA VOCÊ 

Vamos sair um pouco do campo das teorias e falar de como o mindfulness pode efetivamente te ajudar no seu dia a dia. Aqui focamos no mundo profissional, mas isso tudo pode ser traduzido para a sua vida pessoal. Vamos lá!

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS

O mindfulness treina a sua empatia e sua paciência. Quando se consegue pensar com clareza em uma única situação, você consegue enxergá-la por um ponto de vista mais analítico. Quer um exemplo prático? 

Digamos que você trabalhe em uma loja de roupas e um cliente está muito irritado. As reações mais comuns ao atender alguém neste estado são se deixar contaminar pelo estresse e pensar em todas as possíveis consequências do atendimento, como “ele já está irritado, vai reclamar com meu gerente e eu vou ouvir depois” ou também sentir que está perdendo tempo lidando com alguém assim enquanto poderia fazer outras coisas. 

Essas reações, porém, acabam por piorar a maneira como você lida com o problema em vez de ajudar.

É aqui que o mindfulness entra. Quando você está focado apenas no que está acontecendo, você consegue entender como e por qual motivo o cliente está irritado, e  o que você pode fazer para ajudar a reverter essa situação.

Em vez de se deixar dominar, você está consciente e atento ao momento presente.

CONTROLE EMOCIONAL

Sabe quando você precisa resolver um problema, mas fica tão preocupado com o pensamento da necessidade de uma solução que não consegue efetivamente fazer nada?

O estado de mindfulness vai te ajudar a superar essas barreiras emocionais.

 A atenção plena te permite olhar não só para a situação, mas também para si mesmo. Quanto mais consciência você tem dos seus sentimentos e do porquê de eles existirem (lembra da situação exemplo com o cliente e como você ficou estressado por achar que poderia gerar consequências negativas para você?) mais autocontrole você terá. Se conhecer é a chave para o sucesso profissional.

PRODUTIVIDADE

O estado de mindfulness provoca uma grande mudança na sua produtividade diária. Isso porque ele aumenta seu foco no que você deveria estar fazendo. Nós, seres humanos, somos naturalmente distraídos e como recebemos estímulos de todos os lados (celulares, televisão, colegas de trabalho…) está ficando cada vez mais difícil focar em apenas uma tarefa do começo ao fim, não é verdade?

Um estudo desenvolvido pela Microsoft no Canadá há alguns anos revelou que o tempo médio de atenção das pessoas caiu de 12 segundos para 8 na era digital, deixando um humano abaixo de um peixinho dourado no ranking da concentração!

Daí vem a importância do mindfulness, afinal, como ter uma boa performance no trabalho se você está sempre divagando? Por isso é importante chegar no que chamamos de “estado de flow”, que é quando as coisas realmente começam a fluir.

OUTROS BENEFÍCIOS

O mindfulness ainda te ajuda em outros aspectos, como:

  • Reduz os riscos de insônia;

  • Melhora os seus relacionamentos interpessoais;

  • Retarda o envelhecimento do cérebro;

  • Melhora a sua capacidade de memória;

  • Controla o impacto de pensamentos negativos;

  • Impulsiona a sua criatividade.

 

MINDFULNESS PARA VOCÊ PRATICAR

Para sair do “piloto automático” e ter a “consciência plena” você pode adotar algumas práticas no seu dia a dia. Veja a seguir!

1 – RESPIRE E PRESTE ATENÇÃO NISSO!

O exercício da respiração controlada é uma excelente técnica de meditação para quando está muito estressado ou com dificuldades para se concentrar. É um momento em que você deve focar apenas no ar que entra e sai do seu corpo. Isso te ajuda a limpar a mente de pensamentos desnecessários e distrações.

Repita o exercício da imagem sempre que achar necessário. Logo, você notará a diferença que parar alguns segundos fará na sua rotina e na sua capacidade de concentração

2 – OS PEQUENOS HÁBITOS DO DIA!

Quantas coisas você faz no “piloto automático”? Escovar os dentes, encher uma garrafa de água? Para o estado de mindfulness você precisa colocar sua atenção até nas pequenas coisas. Faça todos os pequenos hábitos da sua rotina aproveitando cada um deles. Sem pensar nem no passado e nem no futuro.

3 – PERCEBA ONDE VOCÊ ESTÁ

O ambiente é parte ativa do seu dia. Por isso, antes de focar em algo, dê atenção a ele, veja quem está lá, qual o humor das pessoas… assim quando você precisar lidar com qualquer situação estará preparado para ter uma resposta mais certeira.

4 – VÁ DIRETO AO PONTO!

Essa dica serve para conversas e reuniões. Você já deve ter ouvido algo como “essa reunião podia ter sido um e-mail”. Isso porque as pessoas têm dificuldade em focar.

Você pode mudar isso indo direto ao ponto da conversa, evitando devaneios e distrações que possam fazer você se desligar.

5 – DEIXE AS DISTRAÇÕES PARA LÁ!

Por último, mas não menos importante: você precisa se desligar daquilo que te causa mais distrações. Tire as notificações de aplicativos do seu celular e sequer “logue” em sites como redes sociais no computador do trabalho. 

6 – ORGANIZE SEU DIA NO TRABALHO!

Ter uma agenda ou lista de tarefas vai te ajudar a manter o foco e se entregar em cada tarefa. Quando você organiza o seu dia, você não precisa se preocupar tanto com as coisas e pode colocar toda sua energia naquela atividade.

Mas lembre-se: o estado de mindfulness precisa ser consciente. Então para alcançá-lo você deve seguir essas dicas e mentalizar suas ações!