Aprenda como aplicar o fit cultural para contratar talentos

Conseguir recrutar os melhores talentos é um dos grandes desafios de qualquer gestor de RH. Isso porque não basta olhar para o currículo do candidato: se ele não se adequar à cultura da organização, não renderá bons resultados.

Para ajudar você a enfrentar esse desafio é que surge o conceito de fit cultural. Se você quer saber mais sobre o que é fit cultural e como você pode se beneficiar dele, confira nossas dicas!

O que é fit cultural?

Como o próprio termo indica, o fit cultural é a adequação do candidato à cultura de determinada empresa. Assim, existe fit cultural quando a visão de mundo, os valores, as atitudes e comportamentos do candidato são aqueles que a empresa deseja cultivar.

Cada vez mais organizações estão conferindo peso ao fit cultural na hora de contratar alguém, entendendo que apenas as experiências profissionais prévias e as habilidades técnicas não são suficientes para garantir o sucesso daquele indivíduo na empresa, sendo necessário também avaliar sua adequação ao ambiente de trabalho.

Como aplicar o fit cultural no seu processo de recrutamento?

Agora que já sabemos o que é o fit cultural e por que ele é tão importante, é hora de ver como você pode aplicá-lo no seu processo de recrutamento de talentos.

Priorize a cultura da empresa

Lembre-se de que todo o conceito de fit cultural gira em torno da adequação das pessoas à visão de mundo e ao estilo de trabalho promovidos dentro da empresa. Sendo assim, nada mais natural que ter sempre em mente a cultura da empresa na hora de escolher qual o melhor candidato para a vaga, não é mesmo?

Infelizmente, muitos gestores de RH ainda tratam a cultura empresarial como algo secundário, que tem um impacto menor no desempenho de suas equipes e nos lucros das organizações.

Faça um teste comportamental

Entre as muitas vantagens que a tecnologia traz para os Recursos Humanos está a possibilidade de avaliar o perfil comportamental de um candidato logo nos primeiros estágios do processo de seleção.

Essa avaliação pode ser feita a partir de diversas ferramentas, como jogos, quizzes online ou mesmo questionários situacionais aplicados por meio de inteligências artificiais desenvolvidas especialmente com essa finalidade.

Dessa forma, você consegue afunilar bastante seu processo e pode focar sua atenção em habilidades técnicas e interação com a equipe nas etapas seguintes do processo.

Aplique pesquisas do OCP

Para que o processo de seleção de talentos seja eficiente, é fundamental que os gestores de recursos humanos façam o mapeamento da cultura organizacional (Organization Cultural Profile — OCP na sigla em inglês).

É com esse mapeamento que você identificará os valores que compõem a cultura da empresa, como assertividade, trabalho em equipe, estabilidade, orientação a resultados etc.

De posse do OCP, você consegue verificar quais candidatos se encaixam melhor na sua estrutura e até mesmo qual perfil é mais recomendado para cada vaga.

Qual a importância da humanização do processo?

Além das que citamos acima, existem ainda diversas outras formas de aplicar o fit cultural na hora de garimpar os melhores talentos para sua empresa e você pode (e deve) usar mais de uma nos seus processos.

Entretanto, é sempre importante ter cuidado com a jornada do candidato. Isso porque, embora uma grande bateria de testes e exames possa ajudar você a traçar um perfil detalhado e realista do indivíduo, ela também pode afastar o candidato ao transmitir a imagem de uma empresa exigente demais, na qual não há espaço para erros.

O fit cultural é um conceito poderoso que tem ajudado grandes empresas em todo o mundo a recrutarem os melhores talentos do mercado.

Deixe um comentário