O papel da entrevista no processo de recrutamento e seleção

Mesmo com tantos avanços trazidos pelos processos de recrutamento digital e a utilização da inteligência artificial, capaz de atrair os candidatos mais adequados para cada vaga, a entrevista ainda é considerada um dos pontos altos durante a escolha de novos colaboradores para as empresas. Afinal, por mais que a tecnologia avance ela não é capaz de substituir a experiência e o feeling do profissional de RH na hora de decidir quem contratar.

Neste artigo iremos compartilhar algumas dicas para que o momento da entrevista seja o mais proveitoso possível no recrutamento da sua empresa!

As entrevistas representam um dos principais momentos do processo de recrutamento e seleção. Elas possibilitam que a organização conheça melhor o candidato, sua história, seus anseios, os motivos por ele ter escolhido determinados caminhos, dentre outras questões. Contudo, a importância da entrevista vai além da transmissão de informações entre recrutador e candidato; ela permite uma das mais fundamentais interações humanas: o “olho no olho”.

Ainda que realizada por vídeo, na entrevista é possível analisar a forma como o candidato se comunica, observar sua postura, expressões faciais e outros aspectos que podem ser importantes para a vaga. Além disso, durante esse contato é possível obter respostas mais verdadeiras, uma vez que as perguntas são feitas de forma espontânea e, normalmente, o candidato não sabe ao certo o que precisará responder. Desta forma, é possível avaliar as respostas com mais autenticidade e checar se o que foi apresentado pelo currículo corresponde mesmo ao que o profissional transmite durante a interação.

Como conduzir uma entrevista de maneira assertiva

Após as etapas iniciais da fase de seleção, chega o momento da entrevista. Ela pode ser conduzida de muitas formas e realizada tanto presencialmente quanto de maneira remota, com o auxílio de ferramentas digitais. O ideal é que a escolha da ferramenta permita o contato direto e visual entre recrutador e candidato. Também é recomendável deixar claro o formato da entrevista para que o profissional se prepare para esse momento.

É importante construir um roteiro prévio no qual serão pontuados os principais pontos que precisam ser avaliados. Por meio dele é possível assegurar mais objetividade e garantir que nenhuma questão importante deixará de ser abordada.

Ainda que muitas perguntas realizadas sejam sobre a carreira do candidato e fatos marcantes de suas trajetórias profissionais, é recomendável que a dinâmica da entrevista esteja alinhada ao perfil comportamental da vaga. Assim, poderão ser sugeridas situações hipotéticas para que o candidato mencione como agiria em determinada situação ou como resolveria uma questão proposta. Situações assim na entrevista ajudam a conhecer o potencial das pessoas, reconhecer talentos e entender se o perfil está alinhado as necessidades da vaga.

Cada oportunidade de colocação é única e, por isso, precisa ter suas características consideradas. Para isso, algumas dicas podem ajudar muito no momento da entrevista. Veja algumas delas:

Valorize o contato visual

O famoso “olho no olho” permite ao profissional de RH inúmeras observações que farão a diferença na hora de selecionar o candidato.

Busque fazer uma introdução sobre a empresa e a oportunidade

Uma breve apresentação sobre a empresa e a vaga em aberto demonstra respeito pelo candidato, e o ajuda a entender melhor sobre a organização e alinhar suas expectativas.

Faça perguntas que te ajudem a entender quem é o candidato e como ele construiu sua trajetória

O passado e a história de cada um podem dizer muito sobre a sua capacidade de lidar com diferentes situações.

Permita ao candidato tempo e liberdade para se expressar durante a entrevista

Enquanto o candidato fala é possível perceber como ele articula sua linha de raciocínio, como se comunica e quais são as palavras que traz para o discurso, por isso é importante deixa-lo confortável no momento da entrevista, assim ele terá confiança para agir com mais naturalidade.

Procure conhecer os objetivos do candidato e qual o seu momento de carreira

Os desejos de cada profissional para o futuro de sua carreira precisam ser considerados antes da contratação para que não haja uma divergência entre o que a vaga oferece e o que o candidato deseja.

Cheque se as competências comportamentais estão de acordo a vaga e cultura da empresa

A identificação com a cultura organizacional da empresa é fundamental para a permanência e desenvolvimento do profissional dentro da empresa.

Conheça as pretensões salariais do seu candidato

Em momentos de crise, muitas pessoas em busca de recolocação costumam baixar suas expectativas, mas conhecer as pretensões salariais do candidato é muito importante para evitar que um talento saia da empresa por uma oferta salarial mais atrativa.

Tome nota sobre os pontos principais da entrevista e escreva seu parecer sobre cada candidato

Você pode, inclusive, utilizar ferramentas digitais que facilitam a verificação dessas informações e a tomada de decisão. A plataforma da Reachr, por exemplo, oferece uma sessão para que os gestores possam fazer avaliações, deixando registrado seu parecer sobre todos os candidatos. Essas notas podem ser utilizadas no processo em questão ou ­entrevistas futuras.

Planejamento é fundamental

A importância da entrevista é incontestável para a escolha do candidato ideal e deve ser vista como parte fundamental do processo seletivo, afinal é o momento de esclarecer dúvidas, checar informações e sentir a conexão entre profissional e empresa. Para cumprir esse papel, essa etapa precisa ser bem planejada para que o RH tire o máximo de informações e impressões possíveis, o que será fundamental para uma escolha estratégica e assertiva.

Deixe um comentário