As principais tendências de RH para 2021

A pandemia causada pelo novo coronavírus fez com que as empresas tivessem de se adaptar de forma rápida ao novo normal. Assim, algumas tendências de RH que já vinham sendo discutidas foram consolidadas em 2020 e tendem a se fortalecer em 2021, com a tecnologia como grande aliada.

No entanto, muito além de adequação de processos internos e automatização das tarefas, as empresas precisam, mais do que nunca, olhar para as pessoas com mais cuidado. Afinal, é preciso garantir o bem-estar e a segurança de todos que fazem parte da equipe, a fim de conquistar melhores resultados.

Ficou interessado e quer saber quais são as principais tendências de RH para 2021? Então continue a leitura!

1. Foco na saúde mental e bem-estar

Se anteriormente à pandemia já era legítima a preocupação do RH das empresas acerca do bem-estar e saúde mental das pessoas, no novo normal essas questões se tornaram ainda mais evidentes. Assim, uma forte tendência de RH para 2021 é que esses temas estejam no planejamento estratégico da gestão de pessoas para minimizar os impactos causados pelas mudanças de processos e até mesmo a conciliação de trabalho em casa, o home office.

Tais mudanças, para alguns dos profissionais, representam um grande impacto e, por isso, merecem atenção. Para tanto, programas de bem-estar no trabalho podem ser implantados, a exemplo de iniciativas de práticas de mindfulness, uma meditação curta e guiada.

Incentivos à alimentação mais saudável e aos exercícios físicos também podem ser realizados, bem como o monitoramento do clima organizacional para identificar melhorias de acordo com a particularidade de cada empresa.

2. Automatização dos processos

Se alguns setores de Recursos Humanos ainda resistiam à implantação da tecnologia em seus processos, com a pandemia, a adesão à automação se tornou mais necessária, e os benefícios são evidentes.

Isso colabora para uma maior aceitação de ferramentas como a adoção de softwares de recrutamento e seleção, sistemas integrados de folha de pagamento e registro de ponto, softwares de avaliação de desempenho, entre outras ferramentas fundamentais para otimizar a mão de obra no setor de RH.

Esses recursos ainda conferem mais agilidade e também proporcionam uma tomada de decisão baseada em dados, além de diminuir erros operacionais.

Ferramentas mais simples, como as de vídeo, por exemplo, foram e continuarão sendo fundamentais em 2021 para conectar pessoas, diminuir distâncias, reduzir custos e ainda promover o alinhamento da comunicação da empresa.

3. Cuidado continuado na contratação

O ano de 2020 evidenciou de maneira definitiva como o zelo pelas pessoas da organização é importante. Isso porque, quando a empresa se compromete a cuidar de seus funcionários, isso gera muito mais engajamento, o que é fundamental para o aumento da produtividade.

Nesse cenário, as práticas de cuidado continuado na contratação estarão ainda mais evidentes em 2021, com processos que privilegiam a diversidade, perfis profissionais capazes de trazer inovação para os processos da companhia, além da contratação de profissionais mais alinhados ao fit cultural da organização.

4. Experiência do colaborador (Employee Experience)

Promover uma boa experiência de trabalho para os colaboradores será mais uma forte tendência de RH para 2021, pois, mesmo diante da crise econômica e sanitária, os melhores talentos continuarão escolhendo onde desejam trabalhar.

Por isso, o RH das empresas deve continuar somando esforços para gerar um ambiente de trabalho saudável, além de outras ações estratégicas, como plano de carreira e concessão de benefícios, a exemplo do vale-alimentação, vale-refeição, plano de saúde e outros convênios.

5. Fortalecimento do home office e do modelo híbrido

Certamente, o fortalecimento do home office e do modelo híbrido de trabalho — com funcionários no escritório e outros em casa — será uma das fortes tendências de RH para 2021.

Isso porque as empresas continuarão sendo desafiadas a se adaptar às equipes híbridas, já que a pandemia ainda será uma realidade nos primeiros meses de 2021.

Diante desse cenário, o gerenciamento de tais times é de responsabilidade do RH das empresas, em especial do gerente de RH e também de toda a equipe do setor. Um dos grandes desafios para 2021 será o de equilibrar as demandas e garantir a produtividade, uma vez que, com o colaborador em casa, pode ser mais difícil mensurar as entregas.

Além disso, é comum que os times de trabalho sintam uma necessidade de socialização, e isso pode ser resolvido com reuniões online ou presenciais, que ainda conseguem favorecer a comunicação interna, outro desafio vivido pelas equipes de trabalho híbridas e em home office.

Logo, para 2021, uma forte tendência é o setor de RH das empresas apostar em soluções de benefícios para motivar e elevar o grau de comprometimento dos colaboradores trabalhando em casa ou em sistema híbrido. Veja a seguir como isso pode ser feito.

Como vimos ao longo desta leitura, as tendências de RH para 2021 apenas fortalecem o cenário já desenhado em 2020, em que o trabalho home office e híbrido, a adoção de novas tecnologias, o cuidado continuado na contratação e a experiência do colaborador são fortalecidos.