A importância do engajamento profissional

As empresas, independentemente do porte ou do segmento, só funcionam em função de um time de trabalhadores dispostos a executarem suas funções. Partindo dessa lógica, um negócio que sabe agir estrategicamente entende que o engajamento profissional é a chave para manter a produtividade, a qualidade nas entregas e até mesmo a retenção de talentos.

Neste post falamos um pouco mais sobre o que é engajamento profissional, por que ele é tão fundamental e como promovê-lo dentro da empresa. Acompanhe!

O que é engajamento profissional?

Para explicar o que é engajamento profissional, utilizaremos o exemplo de um funcionário que trabalha em uma empresa há certo tempo. Ele sabe quais são seus deveres e suas responsabilidades, tem capacidade para exercer as funções a ele delegadas e realiza suas entregas cotidianas. Contudo, o empenho e a qualidade dos resultados não são os melhores.

Esse colaborador provavelmente não tem a motivação necessária para dar o melhor de si — e as empresas precisam parar de pensar que não têm nada a ver com essa situação. Oferecendo boas condições de trabalho e um clima organizacional propício ao desenvolvimento, adotando a cultura do feedback e valorizando o esforço dos times, o negócio ganha em retorno uma equipe totalmente engajada e empenhada naquilo que faz.

O engajamento profissional, portanto, tem tudo a ver com a conexão entre o colaborador e o seu trabalho. Se ele está engajado às suas funções, tendo os seus objetivos alinhados aos da companhia, certamente produzirá mais e fará entregas de boa qualidade.

Qual é a importância do engajamento profissional?

Para a empresa, o engajamento profissional se reflete em uma série de vantagens, como as que veremos logo abaixo.

Aumento da produtividade

Funcionários engajados em suas missões, que estão realmente a par do que é esperado deles e são reconhecidos por meio de feedbacks e políticas de benefícios, por exemplo, certamente produzem mais e melhor. Quando não há engajamento profissional, abre-se espaço para aspectos que comprometem o fluxo de produção, como a desmotivação.

Melhoria no clima organizacional

O clima organizacional é importantíssimo, pois mede o nível de satisfação dos funcionários para com a empresa. Quando engajados, os colaboradores, além de cumprirem suas funções com excelência, se sentem mais valorizados e conectados aos objetivos corporativos. Isso gera um ambiente harmônico e propício ao desenvolvimento, ao crescimento, à troca de ideias, entre outros benefícios.

Redução de turnover

Altos índices de turnover significam que algo não vai bem na empresa, e a ausência do engajamento profissional está entre os principais motivos para essa situação. O constante processo de desligamento e admissão de novos funcionários custa bastante para os bolsos da empresa, por isso, investir no engajamento profissional — contando com um time alinhado ao trabalho e às missões do negócio — deve ser uma prioridade.

Funcionários motivados e engajados não terão motivos para deixar a empresa por insatisfação ou optar por fazer parte da concorrência. Com isso, há a retenção de talentos.

Como engajar os funcionários?

Até então, falamos sobre como o engajamento profissional é importante. A dúvida que fica é: como trazê-lo para a empresa? Ao longo do texto, falamos bastante sobre motivação e satisfação, que são aspectos-chave quando o assunto é engajar funcionários.

Sendo assim, investir no bem-estar e na qualidade de vida do colaborador por meio de uma política de benefícios é uma das soluções mais estratégicas para obter engajamento profissional. Lembre-se de que um salário condizente com a média do mercado não é mais o suficiente para manter um talento em um time. Muitas vezes, a concorrência pode oferecer a ele a mesma remuneração, mas recompensas como vale-refeição, vale-alimentação etc.

Acredite: uma boa carteira de benefícios faz toda a diferença para o sucesso de uma empresa. Por isso, invista no capital humano e veja melhorias nos resultados no curto prazo.

Viu só como o engajamento profissional é um dos pilares para o bom funcionamento de qualquer negócio? Os gestores precisam entender o investimento no colaborador como forma de engajá-lo e, assim, contar com as vantagens que listamos ao longo do post.