A importância da gestão de talentos

A gestão de talentos humanos representa um compromisso estratégico e profundo das organizações atuais e dos profissionais de recursos humanos em atrair, desenvolver e reter os melhores profissionais do mercado.

Hoje em dia, as organizações entendem que, para manter a competitividade nos negócios e crescer de forma inovadora, é preciso investir na formação de equipes de alto desempenho, o que só é possível quando se conta com grandes talentos dispostos a vestir a camisa da empresa. 

Muitos estudos foram feitos para medir o impacto da gestão de talentos no desempenho organizacional, como o da Hackett Group, que, já em 2007, apontou que as empresas que investiram nos talentos humanos faturaram 15% a mais que suas concorrentes.

Entendemos que essa é uma tendência crescente e, por isso, preparamos este artigo com mais informações sobre o conceito e a importância da gestão de talentos. Vamos lá?

Como a gestão de talentos vem evoluindo ao longo dos anos?

O papel dos profissionais de Recursos Humanos mudou muito ao longo dos anos. Vamos acompanhar um pouco dessa evolução, de meramente administrativa para altamente estratégica, fundamental nas organizações.

RH Tradicional

O RH tradicional se restringia a postos administrativos, atuando em tarefas como contratações, folha de pagamento, gestão de benefícios e demissão de pessoal. A gestão das equipes de trabalho era feita individualmente, por cada líder, sem uma estratégia em conjunto para a obtenção de resultados.

Gestão de pessoas

A gestão de pessoas olha não apenas para a parte administrativa dos colaboradores de uma empresa, mas também se preocupa em treinar e desenvolver suas habilidades para que eles alcancem um bom desempenho em favor da organização.

Aqui, gestores de diferentes áreas começam a trabalhar junto aos profissionais do RH para desenvolverem estratégias eficientes de recrutamento e desenvolvimento de pessoas.

Gestão de talentos

A gestão de talentos vai muito além de olhar o trabalhador como uma ferramenta produtiva que precisa ser lapidada. Existe uma preocupação genuína com o fator humano, considerando as particularidades de cada profissional e suas potencialidades que podem ser atreladas aos objetivos estratégicos da organização.

As estratégias de gestão são planejadas a longo prazo e englobam não apenas profissionais de recursos humanos, mas todos os gestores, que precisam trabalhar juntos para garantir a atração, o desenvolvimento e a manutenção de equipes de alto desempenho, alinhadas com a cultura organizacional e que se sintam encaixadas e motivadas a darem seu melhor para colaborar com o crescimento do negócio.